A origem secreta de Nick Fury – PlaystormPlaystorm

A origem secreta de Nick Fury

Atenção: Obviamente, esta matéria está cheia de SPOILERS.

Nick Fury foi criado por Stan Lee e Jack Kirby como um personagem da Segunda Guerra Mundial para a revista Sgt. Fury. Em 1965, Lee e Kirby atualizaram o personagem e o colocaram no presente, como diretor da S.H.I.E.L.D.

Em 2008, quando o primeiro filme do Homem de Ferro foi lançado, uma cena pós-crédito deu o pontapé inicial para um dos grandes sucessos atuais do cinema. Tony Stark foi visitado pelo então diretor da S.H.I.E.L.D., Nick Fury (Samuel L. Jackson), que disse a Stark não ele era o único super herói e que gostaria de falar sobre a Iniciativa Vingadores.

Porém, se você não acompanha os quadrinhos do Universo Marvel, saiba que a aparência de Fury desde sua primeira aparição é um tanto diferente dos filmes.

Samuel… é você?

Que bruxaria é essa?

Para poder entender o que aconteceu, primeiro você precisa saber um pouco sobre as realidades alternativas da Marvel que causam muita confusão. #SessãodaTarde

As realidades alternativas nos quadrinhos tem como objetivo explorar inúmeras versões das história e personagens, sem alterar o universo padrão, que na Marvel é denominado Terra-616 (A DC também possui diversas realidades alternativas, e o seu padrão é chamado Terra-0). Por exemplo, em Terra-15, Peter Parker é o Aranha, um assassino em massa que se fundiu com o simbionte Carnificina. Como um sociopata que “gostava de ferir as pessoas”, Peter possuía um senso de humor parecido com o de Deadpool. Essas “Terras” estão dentro de um conjunto de universos chamado Multiverso Marvel e costumam se encontrar de vez em quando (mas isso fica para uma próxima matéria).

Uma curiosidade, o Universo Cinematográfico da Marvel é denominado Terra-19999.

Mas porque eu falei das realidades alternativas?

Em 2000, a Marvel lançou o Ultimate Marvel, uma linha de quadrinhos onde diversos personagens foram reimaginados e ganharam versões atualizadas, em uma realidade denominada Terra-1610. Em 2001, Nick Fury faz sua primeira aparição nesta realidade, muito diferente de sua versão original.

Mas quando o personagem reapareceu em 2002 em The Ultimates #1, seu redesign se parecia com o ator Samuel L. Jackson. A similaridade foi notada até na revista, em uma cena em que os Ultimates discutiam quais atores deveriam fazer suas versões em um hipotético filme. A resposta de Fury foi “Senhor Samuel L. Jackson, claro, sem discussão”.

2001… 2002…

Detalhe: Após ver o redesign do personagem, Jackson entrou em contato com a Marvel para garantir o papel de Nick Fury nos futuros filmes em que ele apareceria.

Mas, e como ficaria a Terra-616? Um Nick Fury totalmente diferente do apresentado no cinema?

Em 2012, foi lançado Battle Scars (publicado aqui no Brasil em 2013, com o nome Cicatrizes de Batalha). Na época, os editores deixaram os fãs dos quadrinhos curiosos quando anunciaram que a história guardava um grande segredo.

Cicatrizes de Batalha conta a história de Marcus Johnson, um sargento do Exército americano que serve sua pátria no Oriente Médio. Ao receber a notícia que sua mãe foi morta, ele decide voltar para casa. Ao investigar a cena do crime, ele descobre que não foi um simples assalto: as cápsulas eram as mesmas usadas por russos.

Marcus Johnson

E então Johnson é atacado pela máfia russa e por um supervilão, o Treinador. Após ser salvo pela S.H.I.E.L.D. e pelo Capitão América, ele se junta ao seu amigo Cheese e continua a sua investigação para encontrar o assassino de sua mãe e entender porque ele está sendo perseguido. Johnson é atacado por Deadpool, pelo Esquadrão Serpente e novamente pelo Treinador.

Durante a confusão, ele consegue escapar e manter o Treinador como seu prisioneiro. Mas antes de conseguir uma resposta, um homem mascarado o captura. E é aqui que tudo se encaixa. Após lutar contra seu captor, Johnson consegue tirar a máscara dele. O homem se revela como seu pai… Nick Fury!

Pai?

Fury conta a Johnson que ele se apaixonou por sua mãe, Nia. Quando soube que seria pai, ele decidiu esconder Nia e Marcus, dando uma nova vida a eles, ficando o mais distante possível para evitar que seus inimigos os encontra-se.

Orion!

Johnson e Fury então são capturados por mercenários e entregues ao grande vilão da história, Victor Uvarov, ou mais conhecido como Orion, líder da Leviathan (o nome não é estranho para quem assistiu a primeira temporada de Agent Carter), uma organização criminosa secreta.

Era uma vez… um olho!

Em custódia de Orion, Johnson tem seu olho esquerdo arrancado (o mesmo de Fury) e após testes fica confirmado que ele possui a Fórmula Infinita, uma droga experimental no Universo Marvel que retarda o processo de envelhecimento e foi usado por Nick Fury e muitos outros, em seu DNA. Orion está em busca dessa fórmula para restaurar seus juventude.

Orion velho… Orion novo…

Fury consegue ajudar Johnson a escapar. Orion usa Fury para a retirada da Fórmula. A transfusão de sangue drena de Fury o restante da droga que havia em seu sistema. Fury então é torturado e sua mente é invadida por uma telepata, onde eles descobrem todos os segredos da S.H.I.E.L.D.

Johnson retorna para salvar Fury e com ajuda de seu amigo Cheese e dos Vingadores, ele consegue salvar seu pai, e durante a batalha, ele mata Orion e vinga a morte de sua mãe.

“Tudo que eu sou é por causa dela… Ela era tudo que eu tinha…”

Após a batalha, Fury conta a seu filho que a Fórmula Infinita se esgotou e que agora ele começará a envelhecer normalmente, mas antes disso ele tem alguns objetivos à cumprir. Ele diz à Marcus que ele pode escolher voltar para a vida dele ou entrar no jogo e ajudar a acabar com as grandes ameaças ao mundo. Johnson e seu amigo Cheese aceitam entrar para a S.H.I.E.L.D. Os dois são apresentados à equipe como Nick Fury Jr. (seu real nome) e Phil Coulson!

O uniforme do Nick lembra alguma coisa? Dica: Começa com ‘Capitão América’ e termina com ‘O Soldado Invernal’

Com isso, a Marvel adequou, de certa forma, a realidade padrão do Universo dos quadrinhos (Terra-616) ao cinematográfico (Terra-199999). Será que Samuel L. Jackson, na verdade, não deu vida à Nick Fury Jr.? Não seria demais se isso fosse revelado no cinema?

Jackson ou Hasselhoff?

O primeiro Nick Fury a aparecer nos cinemas não foi Samuel L. Jackson e sim David Hasselhoff, em Nick Fury: Agent of S.H.I.E.L.D. lançado em 1998.

No filme, depois de afastado por cinco anos, o Coronel Nick Fury (Hesselhoff) é chamado de volta à organização secreta SHIELD para deter a nova ameaça representada pela organização terrorista internacional Hidra. O cadáver congelado de seu arqui-inimigo e antigo líder da Hidra, Barão von Strucker, fora resgatado de uma das instalações pelos dois filhos dele, Andrea (Víbora) e Werner, por conter resíduos de um virus mortal criado pelo cientista nazista Arnim Zola. Os irmãos pretendem usar o vírus para matar toda a população de Nova Iorque. Nick Fury e seus agentes de confiança vão até Berlim atrás de Zola, para impedir que ele entre em contato com os irmãos. Mas Víbora prepara uma armadilha para infectar Nick deixando o Coronel só com algumas horas para se salvar e a toda população novaiorquina.

Assista ao trailer:

Um dos pontos altos do filme é o Life-Model Decoy (ou LMD), andróide que possui todas as características físicas de seu dono e utilizado por Fury em operações arriscadas. Em Capitão América: O Soldado Invernal, eu bem achei que era um LMD no apartamento do Steve Rogers (e também achei que Coulson era um em Vingadores…).

E quem vocês preferem? Jackson ou Hasselhoff?

Agora, você deve estar se perguntando o que aconteceu Nick Fury (pai). Bem… Eu deixo isso para uma próxima matéria.

Véi…

Compartilhe!

Saulo Martins

Saulo Martins

Pai, Designer e Gamer. Vai escrevendo sua opinião fecal sobre as coisas enquanto arruma um tempo para ler alguns livros e jogar League of Legends.

  • Miles Morales

    Ótimo post, mas então,o que aconteceu com Nick Fury pai?

    • Saulo Martins

      Obrigado! Em breve postarei a matéria sobre Nick Fury Pai. 🙂