BGS 2017 | Nossas Impressões

Mais um ano de BGS e nós do PlayStorm estávamos lá para trazer as principais novidades do mundo dos games para vocês. Lançamentos aguardados, gratas surpresas e algumas (poucas) decepções marcaram esse ano de feira. Fizemos um breve resumo de tudo que mais nos agradou (ou desagradou) e vocês podem conferir a seguir.

Dragon Ball FighterZ

O tão aguardado jogo do anime, produzido pela Arc System Works, deu as caras na feira no stand da Microsoft. E superou todas as expectativas (que não eram baixas). Gráficos lindíssimos, jogabilidade extremamente refinada e comandos precisos. Tudo que todo fã do anime esperava está lá: Os personagens clássicos, as animações, os cenários se destruindo…absolutamente fantástico.

Joguei duas partidas e na primeira ainda fiquei um pouco confuso com os comandos, que não são complicados, mas a minha pouca destreza com jogos de luta não ajuda. Na segunda vez que joguei, consegui executar bons combos e especiais, me familiarizei melhor com os comandos e consegui tirar mais proveito do game.

De longe, um dos melhores games da feira e um dos grandes lançamentos para o começo do ano que vem. O game estará disponível à partir do dia primeiro de Fevereiro no Japão, ainda sem data certa para o Ocidente.

Cuphead

Outro game muito aguardado, Cuphead colocou os dois pés na porta e chegou com tudo. Exclusivo da Microsoft (saindo para PC e Xbox One), o game vai de encontro ao direcionamento da indústria atualmente. Com estilo retro e numa visível homenagem às animações da década de 30, o jogo impressiona de cara. Mas é na dificuldade e na jogabilidade que o game ganha o jogador de vez.

Desafiador e bastante difícil, o jogo remete aos antigos jogos estilo “run and gun”, como Contra e Megamen. Não pense que será fácil passar pelas mais de 10 horas de jogo que o jogo promete. A inteligência artificial dos inimigos e falta de padrão em seus movimentos e ataques faz com que cada jogada se torne um desafio. Não basta conhecer a fase, tem de se estar preparado para o inesperado.

Tivemos a oportunidade de jogar algumas boss battles e também uma típica fase “ande e atire”, e em ambos os casos o jogo se saiu bem demais. Nenhuma queda de frame, gráficos lindíssimos e um clima nostálgico maravilhoso.

O jogo foi lançado no último dia 29 de Setembro e vale a pena cada centavo. Um dos melhores títulos do ano, com toda certeza.

GT Sport

O aguardado novo game da série Gran Turismo deu as caras na BGS no stand da toda poderosa Sony. E o jogo mostrou a que veio. Gráficos muito acima da média e uma jogabilidade que mantém o alto nível da franquia, mostrou que pode continuar competindo no mercado com o hoje superior Forza, da Microsoft.

Pudemos jogar a versão trial na feira, com volante e pedais simulando um cockpit e foi uma fantástica experiencia. O som ficou a cargo do fone Pulse, da própria Sony, e a sensação de se estar na pista é enorme. Toda e qualquer irregularidade na mesma era sentida ao volante, que respondia precisamente aos comandos. Cada vez mais, jogos do estilo pedem um equipamento adequado para joga-lo e GT Sports não foge a regra.

Compra mais do que obrigatória para quem é fã do estilo, o jogo foi lançado no último dia 17 de Outubro, somente para PS4.

Middle-Earth: Shadow of War

O multiplataforma da Warner foi apresentado para dar seguimento ao aclamado (porém repetitivo) Shadow of Mordor, prometendo mais dinamismo. Porém, para minha decepção, o jogo parece possuir os mesmos defeitos do antigo. Pouca variedade nas batalhas corpo a corpo, tornando os combates muitas vezes monótonos.

Pudemos jogar um bom tempo do jogo e o ciclo se repetia sem fim: Mate um general Orc, parta para o próximo, matando vários orcs no caminho. Tudo bem, o sistema Nemesis ainda está lá e funciona muito bem. Mas será que só isso basta? Foi prometido um novo sistema de agregar generais ao seu exército, em batalhas mais amplas, com invasões a castelos…mas na feira nada disso foi mostrado.

Confesso que ficou uma ponta de decepção, pois aguardava muito do jogo. O game foi lançado no último dia 10 de Outubro para PS4, Xbox One, PC e Android.

Xbox One X

A grande atração da feira com certeza foi o Xbox One X, novo console da Microsoft. Disponível com o novo Forza 7, todos queriam testar os tão falados 4k nativos. O gráfico realmente impressiona, principalmente com as mudanças de clima durante a corrida. É impressionante como tudo aquilo consegue rodar em 60 quadros por segundo.

Porém, duas das três estações para teste apresentavam problemas. Numa delas, alguns glitches na pista (fazendo com que ela sumisse momentaneamente) e na outra o sumiço do som em determinado momento da corrida fizeram com que a experiência fosse um pouco prejudicada. Mas, por serem protótipos, cabe a nós relevar e levar em consideração a máquina que rodou o game “liso”. E realmente, impressiona.

Menções honrosas

Tivemos grandes jogos presentes que merecem destaque. O novo título de South Park (The Fractured but Whole) foi muito aclamado, mantendo o alto nível de seu antecessor. Também da Ubisoft, Assassin’s Creed Origins promete reviver a franquia, que vem de jogos bem medianos. Detroit: Beyond Human veio com o demo mostrado na última BGS (dessa vez disponível para jogar) e promete ser um grande game. Call of Duty WW II traz novo fôlego para a franquia que vinha caminhando a passos largos para o fracasso.

E não poderíamos deixar de falar da presença de um simpático Hideo Kojima na feira. Solícito e nitidamente feliz de estar presente no evento, esteve em todos os dias em locais diferentes, sempre respondendo dúvidas e falando de como o mercado gamer no Brasil é importante para o mundo como um todo. Um nome como Kojima, no ano que a BGS completa 10 anos de existência, abrilhantou ainda mais o evento.

Resumo final

A BGS 2017 foi muito boa. Ótimas presenças de stands e marcas, celebridades, youtubers…tinha de tudo. Voltar ao Expo Center Norte esse ano fez com que a feira ficasse mais ampla, mas não necessariamente maior. Alguns espaços mal aproveitados, mas nada que comprometesse a experiencia do evento. No geral, o evento fez jus à sua história. E que venha 2018!

Se inscreva em nosso canal!

Curta nossa fanpage

Últimos Posts
Good Omens | Crítica
  • 29 de novembro de 2019
Ford vs Ferrari | Crítica
  • 28 de novembro de 2019
Capitã Marvel | Crítica
  • 10 de março de 2019
FIFA 19 | Draft FUT Online
  • 30 de novembro de 2018
Red Dead Redemption 2 – O melhor jogo da minha vida
Login
Loading...
Sign Up

New membership are not allowed.

Loading...