Especial The Elder Scrolls Online

The Elder Scrolls Online (ESO) é o novo game em produção da Bethesda, produzido pela Zenimax Online Studios. Mesmo com o sucesso dos jogos anteriores da série (Skyrim, Oblivion, Morrowind e Daggerfall), a produtora se arrisca em um novo seguimento, o MMORPG (Massive Multiplayer Online Roleplaying Game).

Quem jogou Skyrim já deve ter se perguntado “Imagina esse jogo com um multiplayer?”. Pensando nisso, a Bethesda incumbiu a Zenimax disso. A ideia tomou forma e surgiu o MMO. Pode não agradar todos os fãs da série e fãs de MMO, mas a premissa é excelente.

História

O jogador precisa impedir os planos do Príncipe Daedric de dominação, Molag Bal. Três alianças são formadas para combater o mal, além de batalhar entre si para tomar conta da Cidade Imperial.

Diferente de Skyrim que você é “o cara”, agora precisa de ajuda (e MUITA). Resumindo, o Príncipe veio pra dominar toda TAMRIEL. As raças formaram suas alianças, precisam destruir o Príncipe maligno e ainda por cima chutar a bunda de outras raças. Quer mais?

Alianças

Aldmeri Dominion: Quando os High Elfs souberam da queda da Cidade Imperial para o Príncipe Molag Bal, formaram com uma aliança com as raças vizinhas, os Wood Elfs, que vivem pacificamente nas florestas de Valenwood e os Khajiits, uma raça felina, ferozes combatentes. A Aldmeri Dominion é criada!
Daggerfall Covenant: Formada pelos Breton, comandados pelo Rei Emeric, que tentam reconquistar o trono do Ruby, o povo do deserto Redguard e os poderosos Orcs que entraram na guerra com a promessa de ter sua terra natal de volta. A Daggefall Covenant é formada, para retomar o trono.
Ebonheart Pact: “Correndo por fora” uma aliança totalmente improvável é criada. Os Nords, antigos conquistadores da Tamriel, em briga constante com os Dark Elfs, uma raça de Morrowin, escravizados há centenas de anos, os versáteis Argonians, uma raça “lagarto” que respira em baixo d’agua, intelectual e que usa técnicas de guerrilha.
E o Imperial, podendo tomar partido de qualquer aliança.

Especial The Elder Scrolls Online

O jogo

Elder Scrolls Online entra no mercado do mundo dos MMOs com uma proposta de bom Lore, um combate dinâmico, um mundo vasto para explorar, um robusto sistema de Craft e uma liberdade pouco vista em criação de personagem, habilidades e armas.

Apesar de existir quatro classes pré-existentes (Templar, Dragon Knight, Nightblade e Sorcerer), o jogador não fica “preso” a elas, podendo usar qualquer tipo de arma e armadura. A liberdade é gigante, seguindo a linha de Skyrim.

Pessoalmente, o melhor ponto do jogo, pra quem gosta de MMO, é a premissa de poder criar o personagem do “seu jeito”, tenho certeza que muitos ficarão maravilhados com a ideia.

Ao contrario de muitos jogos do gênero (WoW, FF14 e outros), que usam do sistema “fique parado e aperte os botões na sequência”, ESO tem um combate mais dinâmico (action). Essa liberdade é a cereja do bolo. A estratégia, utilizando dodge e block no momento certo são fundamentais para a vitória. Com poucos hits e você estará morto.

O mundo é enorme, contendo todos os mapas dos jogos anteriores (vale lembrar que em tempos diferentes). Para os que gostam de exploração, ESO cumpre bem o papel e para beneficiar os jogadores, espalhados pelo mapa, estão os Skyshards. Juntando três deles, o jogador ganha um ponto de skill para seu personagem. E como é comum no universo de Elder Scrolls, existem inúmeras Cavernas, Dungeons, Dark Anchors, e MUITAS quest.

Elder Scrolls Online

Mecânica

Para os que gostam de Craft (criação de armas, armaduras, poções, etc), o jogo também não deixa a desejar. Seguindo o modelo de liberdade, é possível criar seus equipamentos, poções e encantamentos. A dedicação do jogador é essencial.

E para os amantes do PvP (Player versus Player), um mapa foi destinado somente para eles, Cyrodill, podendo participar de batalhas de grandes proporções. O jogador pode atacar e defender fortalezas com armas de destruição (Ballista, Trebuchet, Battering Ram, etc). A cooperação dos participantes é essencial para ataques e defesas em conjunto.

E para o melhor jogador, o game elege um Imperador, tendo grande bonificações e aliança. A “briga” vai ser boa.

Como nem tudo são flores, o jogo além de seu preço inicial de 60 doláres, terá uma mensalidade de 15 doláres. Fato que a mensalidade é um assunto polêmico, afastando muitos jogadores. Mas os produtores afirmam que para manter um jogo de grande qualidade a mensalidade é a única maneira viável.

Elder Scrolls Online estará disponível para PC, Xbox ONE e PS4. Os jogadores de PC já tem o lançamento divulgado 4 de abril de 2014 e para os consoles em meados de Junho de 2014.

Confira o trailer The Arrival
[youtube http://www.youtube.com/watch?v=DVMNQozxqos&w=640&h=360]

Se inscreva em nosso canal!

Curta nossa fanpage

Últimos Posts
Good Omens | Crítica
  • 29 de novembro de 2019
Ford vs Ferrari | Crítica
  • 28 de novembro de 2019
Capitã Marvel | Crítica
  • 10 de março de 2019
FIFA 19 | Draft FUT Online
  • 30 de novembro de 2018
Red Dead Redemption 2 – O melhor jogo da minha vida
Login
Loading...
Sign Up

New membership are not allowed.

Loading...