Hannibal e seus 7 pratos principais – PlayStorm

Hannibal e seus 7 pratos principais

(Recomendo assistir o filme Hannibal Rising, Dragão Vermelho, O Silêncio dos Inocentes e Hannibal nessa ordem antes de assistir o seriado)

O seriado Hannibal é um dos sucessos de audiência que vem na sombra do legado deixado pelo seriado Dexter. Estou acompanhando religiosamente e mesmo com o fim da segunda temporada em maio de 2014, listarei aqui os 7 principais motivos pelo qual os fãs do Dr. Lecter devem acompanhar essa série:

1 – HANNIBAL EM SUA MELHOR ÉPOCA

Quem já assistiu “O Silêncio dos Inocentes” e “Dragão Vermelho” sabe que antes de ser preso e considerado um dos maiores psicopatas da América, Dr. Lecter era um psicólogo conhecido no pais todo por prestar serviços para o FBI. No seriado ele ainda possui esse título,  realizando consultas criminais para o FBI, atendendo como analista comportamental ao mesmo tempo que prepara refeições refinadas para amigos e policiais usando carne humana livremente, coisa que jamais aconteceu em nenhum dos filmes sem levantar suspeitas.

2 – INOVAÇÃO

Poucas pessoas sabem, mas a saga Hannibal iniciou-se em 1981 no livro “Dragão Vermelho” e  claro, é uma história antiga. O diretor David Slade e sua equipe conseguiram refazer a visão criminal de Will Grahan (Que nos cinemas é interpretado por Edward Norton e na série fica a cargo do britânico Hugh Dancy) de uma maneira sobrenatural, onde em suas visões ele incorpora o próprio assassino e analisa cada passo do seu propósito. O “modus operandi” da carnificina de Hannibal nunca esteve tão digno. O jornalista sensacionalista Freedy Lounds (vivido no cinema por Philip Seymour Hoffman, falecido esse ano), foi substituído por uma blogueira que vive à custa de notícias escandalosas na internet, interpretada por Lara Jean Chorostecki.

3 – COMIDA

Isso é sério? Sim, é. Não tem como escrever um artigo sobre esse seriado sem falar da comida maravilhosa que o Dr. Lecter apresenta! O cardápio de cada episódio é minuciosamente preparado, com detalhes que vão desde a conservação de carne humana, procedimentos científicos, ritualísticos, valor nutricional e tudo que tem direito. Assistam depois das refeições (ou antes).

4 – MADS MIKKELSEN

A grande estrela do seriado, Mads Mikkelsen (o vilão de 007: Cassino Royale) agora retorna de forma impecável como Dr. Lecter, mantendo o legado imortalizado por Anthony Hopkins. Frio e soberbo, a interpretação de Mads é espetacular e digna de atenção especial.

5 – MORTE E CIÊNCIA

O seriado tem um conteúdo pesado sobre morte e vicissitude. Os assassinos apresentados na série usam suas vítimas de diversas maneiras inteligentes e explicativas envolvendo arte, ciência e música. As mortes são impressionantes e possuem propósitos que sempre atraem a atenção do Dr. Lecter.

6 – GUERRA PSICOLÓGICA INTENSA

Will e Hannibal discutem durante o seriado sobre o que é certo e o que deve ser feito. Hannibal não o come por que considera ele especial demais pra ser degustado (veja Dragão Vermelho), tentando de várias formas trazer o conturbado policial para o canibalismo, enquanto Will tenta provar para seus companheiros de trabalho que Hannibal não é uma pessoa tão confiável assim, levando os dois à terríveis embates psicológicos.

7 – EFEITOS ESPECIAIS

Isso deveria estar no item 2, mas resolvi separar uma parte só pré ele. Os efeitos especiais do seriado são incríveis, em especial as alucinações e pesadelos de Will envolvendo Hannibal e um cervo negro gigante – que os espectadores vão entender aos poucos, com o desenrolar da trama.

Um detalhe interessante sobre Hannibal: Os nomes dos episódios da série foram batizados com os pratos mais finos da culinária mundial na ordem em que Hannibal provavelmente aprendeu a cozinhar com sua tia (vide Hannibal Rising), sendo os episódios da primeira temporada com nomes de comida francesa e os da segunda temporada com comida japonesa, transformando a lista de episódios em um saboroso cardápio.

A terceira temporada de Hannibal foi confirmada pelo canal americano NBC e não tem previsão de lançamento nem quantidade de episódios, mas se seguir a risca a cronologia dos livros do escritor Thomas Harris, está próximo do fim.

Compartilhe!

Thiago Luz

Thiago Luz

Tatuador profissional, escritor amador, amante de quadrinhos, manga, games, música e literatura vitoriana, assiste um filme aleatório por dia e imita a voz do Seiya de Pégaso perfeitamente.

  • Daniel Lima, o Pollar.

    Desde o ano passado estão me “pilhando” de começar a assistir essa série, mas como todo bom preguiçoso iniciar que é bom nada, esse texto me deu um animo a mais pra começar a acompanhar.

    • Thiago Luz

      Assista sim por que é muito bom, vale a pena, e é rapido!

  • Flavio Rocha

    Po mano, ta muito boa a sua análise, parabéns sempre, foi igual da ultima vez, que vc montou uma resenha sobre o MG Rising. Parabéns mesmo =D

    • Thiago Luz

      Obrigado Flavio, O novo jogo do Metal Gear Solid ja ta saindo e vou procurar fazer o relase tambem!!

  • Gabrielle Abreu

    Tenho muita vontade de assistir, mas por mais incrível que pareça, nunca vi nenhum dos filmes!!!Depois de ler esse artigo, vou passar o filme na frente de alguns que estão na minha lista! xD

    • Thiago Luz

      Sim, uma ordem boa para assistir é ver o Hannibal Rising primeiro, depois Dragão Vermelho, O Silêncio dos Inocentes e Hannibal respectivamente

  • Paulo C Souza

    Acho que esse foi o ingrediente final para eu começar a ver a série!!!

  • marcos andrade moraes

    NO filme Hannibal que gerou a série o psicopata tinha um livro de culinária aberto, sempre em foco e que salvo engano de memória foi o que deu a dica pro policial do FBI. Sabe qual é o nome?

    Desde já agradeço qualquer informação!

    MAM