Playstorm Assiste #2 – 24: Live Another Day Episódio 3

Chegamos ao terceiro episódio da nova temporada de 24 horas, e o ritmo continua alucinante. Novos núcleos, velhas suspeitas, pequenas falhas que se repetem ao longo das nove temporadas. Se você ainda não assistiu, fica o alerta de spoilers.

O episódio começa com Jack Bauer chegando ao pub onde Yates foi assassinado. Ele se depara com o cadáver do indivíduo e logo repara que o tal dispositivo que controla os drones não está mais ali. A conclusão óbvia: a casa caiu! Ele pede então que Chloe hackeie o sistema de câmeras de Londres (o que ela faz com uma facilidade incrível) e veja onde a namorada de Yates está. Tendo o metrô como resposta, Jack sai no encalço da ex-loira-e-agora-ruiva Simone Al-Harazi. Jack quase pega a ruiva. Mas ela consegue fugir, se valendo de um corte na perna, gritinhos e uma brisa de Chloe que se distrai ao ver uma família e se lembrar do ex-marido, que foi morto em seu lugar – segundo ela – graças à sua conexão com Jack no passado.

Jack e Chloe voltam para o escritório da Wikileaks. Jack implora para que o cabeça do lugar, Adrian Cross (Michael Wincott) consiga para ele um crachá falso; desta maneira Jack teria acesso à embaixada americana.

24ep3-1

Quem é Kate Morgan?

Do outro lado, vemos a agente Kate forçando a barra pra cima dos meliantes que dividiam o apartamento (escritório) com Yates. Ela parece muito decidida a encontrar Bauer. E chega a ignorar protocolos e ordens diretas da CIA, o que é muito suspeito. Logo depois, quando o agente Motumbo a questiona sobre como ela, tão esperta pra encontrar Bauer, não percebeu as atividades subversivas do marido. O fato é que, graças à sua insistência, ela descobre que existia uma suposta conexão do piloto do drone (Tanner) com Yates e decide ir até a embaixada americana para interrogá-lo.

Pausa para recapitular: até então, tínhamos os núcleos Wikileaks (de Jack e Chloe), Casa Branca (Presidente, a filha ex-Bauer e o Chefe de Gabinete chato) e  CIA (a agente Kate, o agente Motumbo e o chefe da CIA Navarro). Somos apresentados ao núcleo Al Qaeda, composto por mamãe Margot Stark Al Harazi, a filha Simone e o respectivo marido, Naveed Bin Laden. Descobrimos que Margot foi casada com Osama Bin Laden (brincadeira, eles não falam com quem era), tendo se tornado uma radical. Naveed tá meio com aquela dor de corno, fica bebendo e chorando pelos cantos, devido ao fato de Simone ter sido obrigada – em missão – a dar umas com Yates. Margot, por sua vez, controla todos com mão de ferro de dar inveja em muito marido bonzinho (alguém falou Albergoni aí?)

24ep3-3

E o chato tinha razão!

Já no lado do presidente, o Chefe de Gabinete continua um chato: ele insiste para que Audrey convença o pai a não falar no parlamento, o que – obviamente – ela não consegue. Além disso, o cara tem a coragem de falsificar a assinatura do Presidente, no intuito de continuar encobrindo a presença de Bauer na área. Que cara maluco, quero ver quando a casa dele cair também.

O episódio se encaminha para o final. Jack vai com o crachá para a embaixada e, traído por Cross, se vê obrigado a causar um tumulto para conseguir entrar no local. Nisto, a bela agente Kate também chega ao local e percebe a presença de Bauer. Enquanto isso, o presidente Heller se vê em maus lençóis enquanto os parlamentares britânicos o questionam de maneira bastante veemente e mal educada. Parece que o Chefe de Gabinete, apesar de chato pra cacete, tinha razão.

 Bip Bip Bip Bip!

24ep3-2

Pitacos

  • Estou desconfiando demais da agente Kate. Ela ser perspicaz ao capturar Bauer não condiz com sua ineficiência ao perceber as manobras de espionagem dele. Outra coisa, o único interesse dela parece ser Jack Bauer (ele nem é tão bonito assim). Ela não está nem aí pra CIA, pra diplomacia e nem pra coisa nenhuma. Quem sabe ela não é a verdadeira vilã da série?
  • Sobre a sequência em que Chloe de distrai e deixa Simone escapar: foi uma saída de roteiro bastante infantil. Mas a cena seguinte, onde ela conta a Jack sobre o trágico destino de sua família foi bastante tocante.
  • O Chefe de Gabinete ocultando a presença de Bauer, falsificando a assinatura…isso não cheira bem. A casa vai cair pra ele, e grande!
  • Prevejo o Presidente, no início do próximo episódio, se saindo bem no discurso. Como todo Presidente Americano, ele vai falar belas palavras e dobrar os pobres Ingleses.
  • Nenhuma novidade no núcleo “árabe-terrorista”. A mesma cara de sempre das outras temporadas, os mesmos conflitos. Me incomodou um pouco.

Observação importante: se você ainda não leu o review dos episódios anteriores, clique aqui.

Se inscreva em nosso canal!

Curta nossa fanpage

Últimos Posts
Good Omens | Crítica
  • 29 de novembro de 2019
Ford vs Ferrari | Crítica
  • 28 de novembro de 2019
Capitã Marvel | Crítica
  • 10 de março de 2019
FIFA 19 | Draft FUT Online
  • 30 de novembro de 2018
Red Dead Redemption 2 – O melhor jogo da minha vida
Login
Loading...
Sign Up

New membership are not allowed.

Loading...