SteamWorld Dig 2

Em um mundo pós-apocalíptico, onde o tempo parou no auge do steampunk* e faroeste, alguns robôs trabalhadores conhecidos como Steambots, habitam a Terra. Os humanos remanescentes retrocederam mentalmente se tornando habitantes de cavernas, superados por suas próprias criações. Dorothy, ou mais conhecida como Dot, sai em busca de seu amigo perdido Rusty, protagonista de SteamWorld Dig (2013). Nossa solitária steambot logo se junta a um curioso companheiro e deve cavar buracos, ganhar riquezas e explorar um submundo cheio de perigos. Mas o tempo está acabando…

Esta é a premissa de SteamWorld Dig 2, desenvolvido pela Image & Form, que chega essa semana para Nintendo Switch e PC, e dia 26 de setembro para PlayStation 4.

SteamWorld Dig 2

Dot é uma steambot com habilidades de mineradora e precisa chegar à uma caverna abaixo da cidade de El Machino, onde Rusty foi visto pela última vez. Mas para isso, ela precisa adquirir outras habilidades além de cavar para chegar ao seu objetivo.

O jogo é claramente inspirado no sub-gênero Metroidvania, onde o jogador pode explorar os ambientes iniciais, mas precisa de melhorias para avançar na história, derrotar inimigos mais difíceis ou mesmo achar atalhos e itens especiais. Essa característica é incrivelmente bem trabalhada no jogo.

Dot inicia o jogo apenas com sua picareta e a habilidade de saltar. Mas logo recebe sua primeira atualização, que permite ela corra. Ao chegar na cidade, você vai perceber que precisa de dinheiro para comprar ou atualizar algumas melhorias. E para conseguir dinheiro no jogo, você precisa… minerar! Ao cavar, é possível encontrar algumas pedras preciosas que podem ser vendidas na cidade!

SteamWorld Dig 2

As profundezas são recheadas de tesouros, segredos, habilidades escondidas e perigos. Além de armadilhas prontas para esmagar nossa aventureira, alguns monstros estão à espreita e tentarão impedi-la de chegar ao seu objetivo. E apesar de ter poucos chefes, a batalha final é incrível e compensou, o que para mim seria uma falha.

O jogo apresenta um enredo simples, mas que guarda alguns segredos. Os gráficos são belos e a trilha sonora, composta por El Huervo (de Hotline Miami), é muito bem executada. Mas infelizmente não possui legendas em português, o que, hoje, podemos considerar uma falha, não é?

Talvez você se canse de cavar, cavar e cavar mais. Mas SteamWorld Dig 2 irá recompensa-lo com habilidades e bugigangas divertidas. É possível terminar o jogo em até 8 horas de exploração. E apesar de inicialmente ter apenas as dificuldades fácil e normal, as próprias habilidades de Dot permitem que o jogador escolha se quer dificultar as coisas, como desabilitar as indicações de missões no mapa. E quanto mais profunda a exploração, mas difíceis serão os desafios.

Conclusão

SteamWorld Dig 2 é um jogo fantástico! Se você é amante do estilo plataforma e gosta de uma boa exploração, esse jogo é para você!

*Steampunk é um sub-gênero da ficção científica tendo como base a era vitoriana e revolução industrial, onde o vapor era a principal fonte de energia. Graças a ele, foi possível diversos avanços tecnológicos e criações incríveis como robôs, utilizando tecnologia da época como madeira, engrenagens, motores a vapor, couro e metal.

Se inscreva em nosso canal!

Curta nossa fanpage

Últimos Posts
Good Omens | Crítica
  • 29 de novembro de 2019
Ford vs Ferrari | Crítica
  • 28 de novembro de 2019
Capitã Marvel | Crítica
  • 10 de março de 2019
FIFA 19 | Draft FUT Online
  • 30 de novembro de 2018
Red Dead Redemption 2 – O melhor jogo da minha vida
Login
Loading...
Sign Up

New membership are not allowed.

Loading...