Vi no Netflix #2: Donnie Brasco

Máfia e crime organizado: quer um assunto mais interessante pra render um bom filme? Exemplos temos aos montes: O sagrado “Poderoso Chefão”, “Os Bons Companheiros”, “Os Intocáveis”, “Scarface” e até mesmo o recente “O Gangster” são ótimos exemplos disso. Eu diria, ainda, que meus filmes prediletos gravitam ao redor deste tema. Posto isto, é com grande espanto que “descobri” um filme que ainda não havia visto sobre o tema (e que ainda por cima era estrelado por Al Pacino): Donnie Brasco.

Para minha felicidade, o mesmo estava disponível no Netflix. Se o catálogo do serviço te deixa dúvidas sobre que filme escolher, seja bem-vindo a este espaço e divirta-se com esta indicação.

Uma história real

Donnie Brasco é o nome de uma operação secreta comandada pelo FBI, em 1978, cujo alvo era a família “Bonanno” – mafiosos italianos que controlavam alguns bairros de Nova Iorque. Para tal, o agente do FBI Joseph D. Pistone (Johnny Depp) assumiu um papel de joalheiro até o ponto de conseguir infiltrar-se na máfia, com a ajuda do “soldado” Benjamin “Lefty” Ruggiero (Al Pacino) e, posteriormente, com a benção do caporegime Sonny Black (Michael Madsen).

Vejam vocês que o filme acompanha o cotidiano dos mafiosos com baixo ou médio nível hierárquico dentro da organização, o que o aproxima mais de “Os Bons Companheiros” do que de “O Poderoso Chefão”.

É interessante notar como a máfia italiana ainda tinha um leque de atuação considerável ao final dos anos 70. Mesmo em filmes que não tratam diretamente do tema podemos ver tal influência. Quem não se lembra do emprego de “cobrador quebra-dedos” de Sylverster Stallone no primeiro Rocky?

Johnny Deep leva bem o papel de agente duplo e consegue transmitir as agruras do fardo que carrega: a família que é posta de lado, o envolvimento emocional com os mafiosos, as necessidades eventuais de “sujar as mãos”; tudo o que envolveria o cotidiano de um mafioso típico da época.

Já Al Pacino dispensa maiores comentários. Ele faz o papel brincando e nos brinda com um de seus bordões mais famosos: “forget about it”. Aliás, uma das cenas mais hilárias do filme envolve o tal “forget about it”.

Donnie-Brasco-1_semumpoucodeborda

Pitaco Final

Donnie Brasco é um bom filme para os assinantes do Netflix em geral. E obrigatório para os amantes de filmes cujo tema é a máfia.

Ousado e comedido na medida certa. O filme não é do tipo que ficará na memória como um dos maiores clássicos da máfia, mas garante um bom final de semana chuvoso.

Nota: 8,0

Ficha técnica

Donnie Brasco (Donnie Brasco, 1997)

Gênero: Drama

Direção: Mike Newell

Roteiro: Paul Attanasio

Elenco: Al Pacino, Anne Heche, Bruce “Bruno” Kirby Jr., james Russo, Johnny Depp, Michael Madsen, Robert Miano

Trilha Sonora: Patrick Doyle

Produzido por: Barry Levinson, Gail Mutrux, Louis DiGiaimo, Mark Johnson

A sessão do site “Vi no Netflix” tem por objetivo dar indicações de bons filmes que estão disponíveis no serviço de vídeos “on-demand” mais popular da atualidade e que foram assistidos e passaram no crivo dos nossos editores.

Se inscreva em nosso canal!

Curta nossa fanpage

Últimos Posts
Good Omens | Crítica
  • 29 de novembro de 2019
Ford vs Ferrari | Crítica
  • 28 de novembro de 2019
Capitã Marvel | Crítica
  • 10 de março de 2019
FIFA 19 | Draft FUT Online
  • 30 de novembro de 2018
Red Dead Redemption 2 – O melhor jogo da minha vida
Login
Loading...
Sign Up

New membership are not allowed.

Loading...