The Flash: O que podemos esperar para o futuro da série?

Quando eu era criança, gostava muito da série original de The Flash, de 1990. Não importava se era um episódio repetido dezenas de vezes. A série começava e lá estava eu na frente da TV. Apesar do Homem Aranha ser o meu preferido na época, o velocista escarlate marcou demais a minha infância.

Em 2013, os co-criadores de Arrow anunciaram uma nova série do Flash. Claro que fiquei empolgado com a ideia, afinal, o original teve somente uma temporada (por conta do alto custo por episódio e os concorrentes de peso do horário – The Simpsons e The Cosby Show). Imagine a minha empolgação quando anunciaram que John Wesley Shipp, o Flash de 1990, seria Henry, pai de Barry Allen da nova série, e posteriormente Mark “Luke Skywalker” Hamill reprisaria seu papel de 1990 como o Trapaceiro?

The Flash: O que podemos esperar para a segunda temporada?

Na nova série, após testemunhar o estranho assassinato de sua mãe e a injusta acusação de seu pai pelo crime, Barry Allen (Grant Gustin) fica sob os cuidados do detetive Joe West (Jesse L. Martin) e sua filha Iris West (Candice Patton). Allen se torna brilhante, mas socialmente um perito desconhecido trabalhando para o Departamento de Polícia de Central City. Sua obsessão por seu trágico passado faz com que ele fique separado das demais pessoas ao seu redor. Ninguém acredita em sua descrição do crime — uma bola de raio com o rosto de um homem invade sua casa naquela noite e mata sua mãe — e Allen é forçado a procurar por si mesmo pistas que limpem o nome de seu pai.

Quatorze anos após a morte de sua mãe, um mal funcionamento no avançado Acelerador de Partículas, durante sua apresentação ao público, banha a cidade com uma forma de radiação desconhecida durante uma tempestade. Barry é atingido por um raio da tempestade e banhado em produtos químicos em seu laboratório. Acordando depois de um coma de nove meses, ele descobre que tem a habilidade de se mover mais rápido que qualquer ser humano. Dr. Harrison Wells (Tom Cavanagh), criador responsável pela falha do Acelerador de Partículas, descreve a natureza especial de Barry como um “meta-humano”. Barry, mais tarde, descobre que ele não é o único que mudou com a radiação e promete usar seus poderes para proteger Central City dos riscos criminais dos meta-humanos. E então, associado por alguns amigos próximos que guardam seu segredo, adquire uma nova personalidade conhecida como Flash.

The Flash: O que podemos esperar para a segunda temporada?

A primeira temporada de uma das séries de maior sucesso de 2014-2015 chegou ao fim. A segunda temporada já está a caminho e com ela, inúmeras novidades, é claro.

O último episódio (que para mim, foi um dos melhores season finale da temporada) consegue fechar muito bem o arco inicial, ao mesmo tempo em que abre inúmeras portas para o futuro (literalmente).

A partir de agora, farei algumas especulações sobre o futuro da série, baseadas nas referências ao longo da temporada e, principalmente, do último episódio. Se por um acaso você não quer saber o que pode acontecer, não continue. Se você prosseguir com a leitura, saiba que a matéria tem alguns SPOILERS DO FUTURO.

Durante o episódio “Fast enough”, Flash viaja ao passado para mudar os eventos traumáticos de sua infância. Atravessando o buraco de minhoca, criado pelo recém ativado Acelerador de Partículas, até o dia que sua mãe foi morta por Eobard Thawne/Flash Reverso, Barry vê algumas cenas que retratam seu “passado, presente e futuro”. Além disso, algumas referências nos minutos finais do episódio deixaram no ar a sensação que a série tem muito mais potencial, expandindo ainda mais o universo DC na telinha.

Mas, quais são as possibilidades para o futuro da série?

Jay Garrick, o primeiro Flash

The Flash: O que podemos esperar para a segunda temporada?

Durante o último episódio, um capacete foi arremessado através do buraco de minhoca. O item de metal pertencente a Jay Garrick, um estudante que ganhou sua velocidade através da inalação de vapores. Garrick foi o primeiro Flash, popular na Era de Ouro dos quadrinhos (1938-1956).

Seu capacete possui asas reminiscentes do Deus da Mitologia Grega, Hermes. Ele é reconhecido como o primeiro super-velocista dos quadrinhos e um dos primeiros a ter apenas um super-poder.

Multiverso

The Flash: O que podemos esperar para a segunda temporada?

O Multiverso era infinitos universos, com suas próprias versões do planeta Terra. Estes universos estavam em constante vibração, e ocupavam o mesmo lugar no espaço, mantendo-se separadas apenas por esta diferença vibracional. Surgiu pela primeira vez nas histórias do Flash, que conseguia alcançar as diferentes Terras do mesmo modo que conseguia atravessar objetos sólidos, vibrando em supervelocidade.

Tudo começou em The Flash #123, na história Flash of Two Worlds, quando Barry Allen encontra Jay Garrick (na Terra-2). Será que veremos esse encontro na série?

Kid Flash e Impulso?

The Flash: O que podemos esperar para a segunda temporada?

Se existe uma possibilidade de vermos Jay Garrick e a expansão da viagem dentro do Multiverso, quem sabe veremos Kid Flash e Impulso também?

O primeiro Kid Flash é Wally West, sobrinho de Iris e Barry, que ganhou os poderes com os mesmos produtos químicos que haviam transformado seu tio. Apesar da série não apresentar o irmão de Iris, quem sabe Wally não apareça de outra forma?

Impulso é Bart Allen, neto de Barry, que herdou a supervelocidade de seu avô. A velocidade do garoto estava pondo em risco sua vida, pois, com seu metabolismo acelerado, ele corria o risco de envelhecer até morrer. Sendo assim, Iris o levou ao passado, na época em que Wally West já havia se tornado o Flash, para que este o salvasse, já que ele havia passado por algo parecido em sua adolescência. Wally salvou o garoto, que adotou o codinome Impulso e passou a ser treinado por Max Mercury e posteriormente por Jay Garrick, o primeiro Flash.

Museu do Flash

The Flash: O que podemos esperar para a segunda temporada?

Vemos de relance a imagem de um prédio com uma estátua do Flash durante sua viagem ao passado no último episódio.

Nas HQs, em menos de um ano da carreira de Barry Allen como o Flash, os cidadãos gratos de Central City levantaram dinheiro para criar o Museu do Flash, e assim celebrar o campeão da cidade.

Grande parte da popularidade do museu pode ser atribuída a seu curador Dexter Myles. O ator aposentado começou como um guia, mas suas interpretações das histórias por trás das exibições foram tão populares, que rapidamente se tornou seu curador.

Enquanto isso, o museu foi se expandindo, recolhendo roupas e armas dos vilões, e mostrando as aventuras de Flash e Kid Flash. Depois da morte de Barry, foi decidido seguir a carreira de todos os super-velocistas.

O fim de Flash Reverso?

The Flash: O que podemos esperar para a segunda temporada?

Com o sacrifício de Eddie Thawne, antepassado do vilão Eobard, a existência de Flash Reverso é, aparentemente, apagada. Porém, com a possibilidade da aparição de mais de um Flash, é possível que veremos também seus rivais, afinal, um fato singular no universo DC é que cada herói velocista que usa o nome Flash, possui inimigos velocistas chamados de Flash-reverso. O Rival foi o Flash-reverso de Jay Garrick, Professor Zoom de Barry Allen (na série o nome usado foi Flash Reverso), Zoom de Wally West e Inércia de Bart Allen.

E o destino de Eddie Thawne? Seu corpo foi sugado pelo buraco negro durante o último episódio. Será que Eddie será revivido em alguma dimensão paralela e voltará como Flash Reverso?

Nevasca

The Flash: O que podemos esperar para o futuro da série?

Sua primeira aparição foi em 1978 em Firestorm #3. Crystal Frost foi a primeira vilã e sua amiga, Dra. Louise Lincoln, a segunda encarnação.

No reboot do Universo DC (Os Novos 52), Nevasca ganhou uma nova versão. A terceira encarnação da vilã é Dra. Caitlin Snow! A personagem vivida por Danielle Panabaker se transformará na série (já que é possível ver sua transformação de relance no buraco de minhoca).

Nevasca é uma das vilãs clássicas de Nuclear, que na série é vivido por seu marido Ronnie Raymond (Robbie Amell).

Vibro

The Flash: O que podemos esperar para o futuro da série?

Nas HQs, Vibro tem o poder de criar ondas de vibração destrutivas. Ele pode, por exemplo, rachar objetos, até destruir concreto e aço. Os poderes vibratórios do herói também permitem sentir as travessias entre as dimensões. O que resulta em sua transformação em um tipo de guardião do Multiverso.

Vibro é o codinome de Francisco “Cisco” Ramon, vivido por Carlos Valdes. Durante o último episódio, Flash Reverso revela que Cisco também se tornou um meta-humano e que um grande destino o aguarda. Observação: Vibro já foi membro de Liga da Justiça.

Anel e novo uniforme

The Flash: O que podemos esperar para o futuro da série?

Cisco pergunta ao Flash Reverso como o anel (onde o vilão guarda seu uniforme) funciona. É possível que Flash seja equipado com um desses na próxima temporada.

Além disso, provavelmente um novo uniforme seja apresentado. Algo mais próximo do seu uniforme em Os Novos 52, com o emblema no círculo branco.

Legends of Tomorrow

Durante a viagem ao passado, vemos uma imagem da vindoura série Legends of Tomorrow. Flash Reverso cita Rip Hunter (Arthur Darvill), um viajante do tempo, ao ver a esfera do tempo criada por Cisco. Vemos também Mulher-Gavião (Ciara Renée) olhando para o buraco negro no céu de Central City.

Legends of Tomorrow estreará em setembro de 2015 e, além dos dois já citados, conta com a presença de Dr. Martin Stein (Victor Garber), Canário Branco (Caity Lotz), Atom (Brandon Routh), Capitão Frio (Wentworth Miller) e Onda Térmica (Dominic Purcell).

O viajante no tempo Rip Hunter recebe a missão de criar um grupo formado por heróis e vilões para impedir uma ameaça incontrolável. Algo que não põe apenas o planeta em perigo, mas a própria noção de tempo.

A segunda temporada de The Flash estreia em 6 de outubro de 2015.

Se inscreva em nosso canal!

Curta nossa fanpage

Últimos Posts
Good Omens | Crítica
  • 29 de novembro de 2019
Ford vs Ferrari | Crítica
  • 28 de novembro de 2019
Capitã Marvel | Crítica
  • 10 de março de 2019
FIFA 19 | Draft FUT Online
  • 30 de novembro de 2018
Red Dead Redemption 2 – O melhor jogo da minha vida
Login
Loading...
Sign Up

New membership are not allowed.

Loading...