Especial Rock In Rio 2015: Royal Blood

Mais uma vez o Rock in Rio será realizado em terras tupiniquins. E como não podia deixar de ser, muito se fala a cerca do cast do festival. Uma parcela reclama, outra parcela comemora mas a grande verdade é que temos muitos artistas e bandas de altíssima qualidade, tanto no palco principal como no secundário. Portanto, decidimos fazer uma série de matérias sobre algumas bandas que em nossa opinião, merecem uma atenção especial. Para começar falaremos dos britânicos do Royal Blood, que farão seu show no dia 19 de setembro, no palco Mundo.

royal_blood

SEM FRESCURAS NEM AMARRAS

O Royal Blood é uma duo band formada em 2013 por Mike Kerr (baixo e vocais) e Ben Thatcher (bateria) e possuí apenas um disco lançado, auto intitulado. Muita gente, quando a banda foi confirmada no cast do festival e ainda mais no palco Mundo, reclamou. “Po#*a, nunca ouvi falar desses caras! Um absurdo o Korn no Sunset e esses caras no palco Mundo”. Aposto o quanto quiserem que vão quebrar a cara.

Esses britânicos fazem um som tão denso e energético que, em vários momentos, você esquece que se tratam apenas de dois músicos no palco. O som deles transborda todas as suas influências, que vão desde Beatles até The Clash, passando pela NWBHM (New Wave of British Heavy Metal) sem em nenhum momento soar datado e “requentado”. O vocal de Mike é preciso, coeso e sem exageros.

Claro que aquele ar blasé e depressivo do tipico rock britânico dá as caras em momentos mais lentos, como em “Blood Hands”, mas na grande parte do tempo ouvimos frases proferidas com vigor digno do auge do punk rock, como na ótima “Figure It Out”, que alias conta com uma levada de baixo fantástica. Vale salientar o excelente trabalho de Thatcher no primeiro álbum até aqui, sempre preciso e minimalista. Muito da qualidade e da “simplicidade” da banda se deve a ele, que sabe soar pesado, com densidade e feeling na medida certa.

Para vocês entenderem melhor o que eu disse, dêem uma olhada nesse vídeo:

Entenderam agora?

A banda tem tudo para ser um grande nome do rock mundial muito em breve. E com toda certeza chutará a bunda de quem torceu o nariz para presença deles no festival.

Se inscreva em nosso canal!

Curta nossa fanpage

Últimos Posts
Good Omens | Crítica
  • 29 de novembro de 2019
Ford vs Ferrari | Crítica
  • 28 de novembro de 2019
Capitã Marvel | Crítica
  • 10 de março de 2019
FIFA 19 | Draft FUT Online
  • 30 de novembro de 2018
Red Dead Redemption 2 – O melhor jogo da minha vida
Login
Loading...
Sign Up

New membership are not allowed.

Loading...