Crying Freeman: Máfia, facas e mulheres!

Crying Freeman é um mangá escrito em 1986 e é um dos poucos que possuo a coleção completa. Faço questão de ter completo pelo fato de ser um mangá raro distribuído pela Panini. O meu primeiro contato com ele foi quando assisti, aos 13 anos, a adaptação do mangá para o cinema estrelado por Marc Dacascos. Depois de muitos anos, o manga foi vendido aqui no Brasil. E tive acesso a essa aventura fora do comum pelo mundo do crime chinês.
ryoichiikegami-cryingfreeman-stacking

História

A história se passa no Japão, onde uma milionária chamada Emu Hino testemunha o assassinato de um chefão do crime, cujo assassino é o personagem do título: Freeman. Como foi testemunha ocular, Emu começa a ser perseguida pela polícia e pela máfia, até o dia em que o próprio Freeman, incumbido de matá-la, acaba por salvá-la da Sociedade Hakushin (Uma das várias organizações da Yakuza). O acontecimento inicia a uma corrida frenética para manter-se vivo, dando espaço para um amor que eles jamais sentiram, o que faz Freeman protege-la a qualquer custo.

No decorrer da história vão aparecendo mafiosos de países diferentes querendo a cabeça do Freeman. Alguns se aliam ao assassino, outros acabam por encontrar um destino pior nas mãos do mesmo. Lendas culturais, artes marciais, tiro e sexo explícito são os temas explorados nesse mangá considerado SEINEN (leitura adulta).

b001

Um dos fatos marcantes do mangá é a reação de Freeman a cada assassinato importante cometido. Os olhos soltam lágrimas involuntariamente, por isso o nome CRYING FREEMAN (Choro do homem livre). É como se ele travasse uma luta sem fim para a liberdade. E tendo como preço matar todos que cruzam seu caminho.

A história possui 10 volumes. Detalhando os costumes de várias máfias espalhadas pelo mundo, inclusive a Yakuza (máfia japonesa) e a Camorra (máfia italiana). Em uma das páginas podemos ver ninguém mais e ninguém menos do que Don Vito Corleone (personagem central de “O Poderoso Chefão) negociando com os 180 Dragões, dando um ar pop e nostálgico. A arte não deixa a desejar. O traço marcante de Ryoichi Ikegami traz a tona a beleza cinematográfica da mulher dos anos 80/90 e cenas de ação surpreendentes.

manga-crying-freeman-coleco-completa-5767-MLB4990241987_092013-F

Se inscreva em nosso canal!

Curta nossa fanpage

Últimos Posts
Good Omens | Crítica
  • 29 de novembro de 2019
Ford vs Ferrari | Crítica
  • 28 de novembro de 2019
Capitã Marvel | Crítica
  • 10 de março de 2019
FIFA 19 | Draft FUT Online
  • 30 de novembro de 2018
Red Dead Redemption 2 – O melhor jogo da minha vida
Login
Loading...
Sign Up

New membership are not allowed.

Loading...