The Final Station

Vencedor de dois prêmios na Indie Game Cup de 2015, incluindo de Melhor História. A ideia do jogo não é a mais original e inovadora. Porém a forma como a trama se desenvolve é o seu grande trunfo.

The Final Station foi produzido pela tinyBuild, empresa responsável pelos ótimos indies Party Hard, Punch Club e SpeedRunners (veja o StormPlay do jogo clicando aqui). A premissa do jogo parte de sua sobrevivência em um mundo condenado. Mas com um detalhe: você não sabe da situação lá fora. Pelo menos não ainda.

img2

Você é um maquinista que está cobrindo a falta de um dos trabalhadores e precisa entregar uma carga em um determinado local. Durante o trajeto, você precisa manter o bom funcionamento da locomotiva resolvendo mini puzzles e ajudando na sobrevivência dos passageiros/sobreviventes que encontrar pelo caminho.

Conforme você vai passando pelas estações, a história vai se desenrolando. Nestas paradas, você descobre detalhes da trama. É preciso explorar a região e sair à procura de provisões, tanto para a sua locomotiva, quanto para os passageiros. Seu objetivo principal é localizar a senha de abastecimento e dar continuidade à viagem. Como é comum em jogos de sobrevivência, suprimentos e munição são itens muito escaços, ou seja, não espere que a sua jornada seja fácil.

Outro fator muito importante durante sua jornada pela terra devastada é a relação com os sobreviventes que você encontra pelo caminho. Nem sempre eles estarão dispostos a ajudar. Muito pelo contrário! Eles começarão a questionar sua liderança, o que pode levá-lo a tomar decisões muito difíceis.

img5

Uma das características mais interessantes de The Final Station é a ambientação. Mesmo utilizando gráficos em 2D pixelados, o jogo da tinyBuild consegue transmitir uma tensão fora do comum, mantendo o jogador ligado e concentrado durante toda a aventura.

Há de se destacar também a sonorização em The Final Station: Trilhas sonoras sombrias e cheias de drama dão aquele ar pesado ao ambiente. Os efeitos sonoros das portas abrindo, tiros disparados e o trem viajando marcam forte presença no subconsciente do jogador, prontos para presenteá-lo com inúmeros sustos.

img3

Conforme a história vai avançando e você descobre mais sobre o que realmente aconteceu no mundo, os desafios também vão aumentando. As criaturas vão ficando mais rápidas, mais difíceis de serem abatidas e estarão te esperando nos lugares mais improváveis.

Simples!

A tinyBuild mostra mais uma vez que para divertir não é preciso ter grandes investimentos. Ou gráficos ultra realistas, captura de movimentos, orquestras sinfônicas para fundo musical e outros recursos.

img4

The Final Station está disponível no formato digital para PC na Steam. Em breve também será lançado para PS4 e Xbox One em suas respectivas lojas online.

Agradecemos à tinyBuild pelo acesso ao jogo para esta análise!

Se inscreva em nosso canal!

Curta nossa fanpage

Últimos Posts
Good Omens | Crítica
  • 29 de novembro de 2019
Ford vs Ferrari | Crítica
  • 28 de novembro de 2019
Capitã Marvel | Crítica
  • 10 de março de 2019
FIFA 19 | Draft FUT Online
  • 30 de novembro de 2018
Red Dead Redemption 2 – O melhor jogo da minha vida
Login
Loading...
Sign Up

New membership are not allowed.

Loading...